terça-feira, 24 de setembro de 2013

2º fase do processo de beatificação começa no próximo dia 07


 

Dom Fernando Panico, presidiu a solenidade que contou com a presença dos membros do Tribunal responsável pela primeira fase do processo de beatificação
Dom Fernando Panico, presidiu a solenidade que contou com a presença dos membros do Tribunal responsável pela primeira fase do processo de beatificação

     Crato. A fase romana do processo de beatificação da menina Benigna Cardoso da Silva vai ser iniciada no inicio do próximo mês, em Roma. Ontem foi finalizada a fase diocesana do processo, a partir do lacre de documentos que serão encaminhados a análise da Congregação para a Causa dos Santos, ordem ligada a Santa Sé.

A solenidade, realizada no auditório Monsenhor Rubens Gondim Lóssio, anexo à igreja da Sé Catedral, foi presidida pelo bispo diocesano de Crato, dom Fernando Panico e contou com a presença dos membros do Tribunal que conduziu o processo de beatificação na fase diocesana. Cerca de 150 pessoas acompanharam o evento. Uma caravana formada por 30 fiéis do município de Santana do Cariri, terra natal da menina Benigna, também esteve presente. A caravana foi acompanhada pelo pároco daquele município, padre Paulo Lemos.

Conforme o bispo diocesano de Crato, dom Fernando Panico, a expectativa em torno da beatificação da menina que foi assassinada por um adolescente de apenas 13 anos, por preservar sua castidade, é muito grande. “Todos os depoimentos levantados, juntamente com os documentos que compõem o vasto material em torno da morte da jovem mártir, expõe a fé que ela depositava em Deus. A fé da jovem era tão intensa que não se abateu, nem mesmo, para que a vida dela fosse preservada”, disse dom Fernando.

Os 72 anos da morte da jovem serão lembrados no próximo dia 24 de outubro, quando acontecerá a 10ª Romaria de adoração a mártir. O pároco de Santana do Cariri, Paulo Lemos, acredita que neste ano o número de participantes será maior que em anos anteriores.

Nenhum comentário:

Postar um comentário