domingo, 4 de novembro de 2012

Fiéis rezam pela beatificação de Benigna


Santana do Cariri Caravanas de 53 paróquias da região do Cariri se encontram hoje, em Santana do Cariri, para rezar pelo processo de beatificação de Benigna Cardoso da Silva, nos 71 anos de seu martírio. A 9ª Romaria de Benigna, que reaviva a memória da vida e morte da menina considerada santa pelos moradores da localidade, poderá reunir na cidade cerca de 30 mil pessoas.

Local do sepultamento dos restos mortais da menina Benigna, que foram transferidos no mês de maio do cemitério da cidade de Santana do Cariri, para a Igreja Matriz de Nossa Senhora Sant´Ana. Recebe a visita de várias paróquias


A última mobilização aconteceu em maio deste ano, quando foram depositados os restos mortais de Benigna, num túmulo na Igreja Matriz de Nossa Senhora Sat´Ana, padroeira do município. Ela foi barbaramente assassinada a golpes de facão pelo adolescente Raul Alves Ribeiro, quando tentava seduzi-la à força. A morte causou comoção na localidade de Inhumas, distrito de Santana, que passou a reverenciá-la como santa.

O número de fiéis tem sido crescente e, principalmente nos fins de semana, a cidade tem recebido romeiros e pessoas que vêm agradecer as graças alcançadas. O padre Paulo lemos afirma que toda a estrutura possível para receber os visitantes durante o dia de hoje foi realizada. A segurança foi reforçada e será feito um trabalho de orientação no trânsito. O pároco calcula que de cada paróquia da Diocese saia pelo menos duas caravanas, em ônibus ou topiques.

Enquanto os fiéis estão em oração pela causa de Benigna, uma equipe trabalha incessantemente no levantamento de dados para compor o processo que será encaminhado a Roma. O monsenhor Vitaliano Mattiolli, postulador da causa de beatificação e representante da Diocese de Crato, segue orientações do Vaticano, para desempenhar a sua função no recolhimento de dados necessários relacionados aos testemunhos dos milagres e de quem conheceu a menina. Ontem, ele esteve realizando uma audição com uma amiga de infância de benigna, Raimunda Galvão, de 86 anos, atualmente residente em São Paulo e que veio participar da romaria.

Todo o depoimento de Raimunda, na época adolescente e confidente de Benigna, estava sendo registrado por uma tabeliã, que digitava calmamente as palavras da depoente na casa paroquial. O trabalho era também acompanhado por Sandro Cidrão, da Comissão Diocesana. Ele está finalizando um novo retrato falado de benigna, que resgata as suas características físicas infantis.

Raimunda Galvão respondia pausadamente as perguntas feitas pelo monsenhor. Estavam relacionadas principalmente ao modo de ser de Benigna. Segundo Raimunda, ela era simples, não gostava de vaidades, não tinha amigos do sexo masculino e muito menos falava em namorados. No período em que passou a ser assediada por Raul, a menina chegou a mostrar os bilhetes que recebia para a amiga. Ela acredita na santidade da menina e diz que ela já veio com o nome da virgem Maria.

A programação da romaria começa às 7 horas, com caminhada das crianças até Inhumas, local onde se encontra o santuário erguido pelos moradores, em memória da menina. Celebrações e homenagens serão feitas no local. Às 14 horas haverá a concentração das caravanas no Distrito de Araponga, em Nova Olinda, e os fiéis seguirão em carreata e moto-romaria para o santuário construído em memória da mártir, no sítio Inhumas, em Santana do Cariri, onde acontece uma paraliturgia. A caminhada sai do santuário às 16h30 para a grande celebração na matriz da cidade, às 17 horas, com a presença do bispo diocesano, dom Fernando Panico, e todo o clero da diocese.

Mais informações:

Paróquia Senhora Sant´Ana
Rua Padre Cristiano, 304
Santana do Cariri - CE
Telefone: (88) 3545.1485


ELIZÂNGELA SANTOSREPÓRTER

Nenhum comentário:

Postar um comentário